Entenda a importância do programa Menor Aprendiz

Não é de hoje, que um dos principais desafios para o jovem é ter a primeira oportunidade no mercado de trabalho, como por exemplo, sendo Menor Aprendiz.

Eles desejam apenas encontrar uma oportunidade profissional, que seja capaz de oferecer um suporte financeiro que lhes permita ajudar com as despesas de sua família, dignidade e sobretudo, aprendizados que lhe dêem um norte profissional.

E para as empresas, a melhor saída para contratar um jovem em busca de emprego é através de programas como o Menor Aprendiz, que estabelece um regime de contrato e de trabalho especiais.

Descubra sobre mais sobre o programa Menor Aprendiz.

Primeiro emprego para jovens brasileiros

Programas como o Menor Aprendiz são uma iniciativa garantida pela lei Nº 10.097/2000, que estabelece que negócios médios e grandes precisam empregar entre 5 e 15% do total de funcionários na modalidade de Menor Aprendiz.

É bom frisar que podem participar dessa iniciativa somente aqueles que estão matriculados e estudando regularmente em alguma instituição de ensino técnico que tenha convênio com a empresa e cursando a escola regular.

O objetivo principal de leis como essa é a de promover o aprendizado e a capacitação profissional de jovens em período escolar. Inclusive, há organizações que fazem o meio campo entre as empresas que querem contratar esse tipo de mão-de-obra e os jovens que pretendem ocupar as vagas oferecidas por essas empresas, como por exemplo a Ramacrisna.

Jornada de Trabalho

A jornada de trabalho, estabelecida em contrato, do Menor Aprendiz não deve ultrapassar as 6 horas diárias, porém aprendizes que já concluíram o Ensino Médio podem trabalhar oito horas diárias, sendo as horas extras contadas para o aprendizado lógico do jovem.

Quem Deve Se Cadastrar no Jovem Aprendiz

Apenas tem acesso a essas oportunidades jovens com idade até 24 anos, ainda não completos, e que estejam cursando a educação básica (fundamental e o médio).

Para as pessoas com algum tipo de deficiência esse prazo de idade não se aplica. Entretanto, para os casos de pessoas com deficiência mental, é preciso avaliar as exigências e competências exigidas, de acordo com o cargo.

Empresas também lucram com essa contratação

As empresas que contratam jovem através do Menor Aprendiz, acabam sendo contempladas com alguns benefícios, tais como: isenção de multa de rescisão, estão dispensadas de cumprir Aviso Prévio, somente 2% de contribuição previdenciária, entre outros.

Além, é claro, do benefício maior de idade, em caso de efetivação na empresa, já ter um funcionário capacitado e ambientado na empresa e na função, poupando-se tempo com processos seletivos demorados e que muitas vezes escolhem profissionais que não venha a se adaptar a empresa.

Como deu para perceber, o Menor Aprendiz é uma iniciativa inspiradora e que transforma a realidade de milhões de brasileiros em busca de emprego. Iniciativas assim precisam sempre ser divulgadas e promovidas, pois o emprego e a educação são agentes capazes de transformar a vida dos jovens.

Já conhecia a iniciativa do Menor Aprendiz? Conhece algum jovem que esteja procurando emprego? Ou alguma empresa que queira se cadastrar nesse programa? Compartilhe o nosso artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas descubram essa oportunidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *