Qual é a importância do projeto EJA para o Brasil?

projeto-eja
Projeto de Educação para Jovens e Adultos

Apesar dos esforços na área de educação nos últimos anos, o Brasil ainda conta com quase 12 milhões de analfabetos. O trabalho infantil, a pobreza e a desigualdade social são os principais motivos que levam à evasão escolar. Para driblar essa situação, existe o projeto EJA.

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é destinada às pessoas que não tiveram a oportunidade de frequentar a escola na idade adequada, permitindo retomar os estudos de onde eles foram interrompidos.

Quer saber mais? Continue a leitura!

O que é e qual a importância do projeto EJA?

O projeto EJA surgiu para substituir o antigo supletivo, oferecendo oportunidade para jovens e adultos retomarem os estudos.

Possibilitar o acesso à educação é extremamente importante, afinal dessa forma amplia-se as oportunidades de trabalho dessas pessoas, que conseguem ter acesso a vagas melhores e com salários mais altos, além da formação como indivíduo e cidadão.

O EJA funciona em módulos com 6 meses de duração que são equivalentes aos anos ainda não cumpridos. Assim como na escola regular, as aulas acontecem de segunda à sexta, com carga horária diária de 4 horas.

O tempo para concluir o EJA dependerá muito de onde você parou os estudos. Por exemplo, quem não concluiu o ensino médio poderá finalizar os estudos em, mais ou menos, 1 ano e meio, já que cada semestre equivale a um dos 3 anos perdidos.

Inscrições

A disponibilidade de vagas é determinada pela secretaria de educação de cada estado, que também poderá organizar modos diferentes para certificar os estudantes.

Assim, o interessado deverá procurar as escolas estaduais da sua cidade para se informar sobre os horários de aula e documentos necessários para a matrícula.

Qual o papel do educador?

O professor tem um papel extremamente importante no projeto EJA, afinal é ele que mostrará aos alunos que não é vergonha ter parado de estudar, mas sim, motivo de orgulho estar buscando meios de recuperar o tempo perdido.

Por isso, é muito importante que o educador consiga ajudar os estudantes a identificar a utilidade e o valor dos estudos, usando atividades relacionadas ao cotidiano dessas pessoas, buscando produzir aulas dinâmicas e pensando em maneiras de expandir os horizontes.

Mais do que apenas conseguir um certificado que lhe permita novas possibilidades e até prestar uma faculdade, a educação por meio do EJA é uma maneira significativa de modificar vidas.

Afinal, é por meio dela que as pessoas conseguem ter um olhar mais crítico do mundo e da sociedade, definir o seu papel como cidadão e fazer a sua voz ser ouvida. Sem isso, dificilmente a educação conseguirá modificar as realidades nas quais esses indivíduos estão inseridos.

Como evitar a evasão escolar?

Como dissemos na introdução, são muitos os motivos que levam à evasão escolar. A pobreza é um dos mais significativos, porque força as crianças a deixarem a escola e procurarem um emprego, de modo a contribuir com a renda da família.

O programa menor aprendiz é uma maneira muito interessante de evitar que esse ciclo se perpetue. Afinal, por meio dele, adolescentes e jovens conseguem o primeiro emprego sem ter que deixar a escola.

A aprendizagem é um modo legal de oferecer oportunidades de emprego a jovens de 14 a 24 anos por meio da formação técnico profissional. Dessa forma, esses adolescentes assistem aulas teóricas e práticas e trabalham de uma maneira diferenciada, com uma carga horária reduzida e com regras definidas em um contrato de aprendizagem.

A ideia é que essa mão de obra aprenda mais sobre os vários setores de uma empresa e comece a ter mais experiência no currículo, além de terem contato com valores como ética, profissionalismo, etc.

Ou seja, por meio do programa o adolescente terá um salário para auxiliar a família, se capacitará e continuará estudando (já que essa é uma das premissas básicas para participação do jovem).

Como você viu, o projeto EJA é uma ótima maneira de reduzir o nível de analfabetismo e o déficit na nossa educação, sendo voltado principalmente aos adultos que, por diversos motivos, tiveram que deixar a escola.

Mas, para evitar que essa situação permaneça, o ideal é combater as causas da evasão escolar, daí a importância de programas como o jovem aprendiz.

Gostou deste post? Então compartilhe o nosso conteúdo nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *